jun
0

Dica da Cissa – Dia dos Namorados

E pra quem gosta de comemorar essa data tão romântica, já é hora de pensar nos preparativos!
Eu adoro comemorar e sempre busco inspiração.
Encontrei um monte de ideias! Decoração, petiscos e mimos!
Vem ver!

Essa eu amei! Vou fazer com certeza! Olha que Fofura!

image

Achei essa decoração show! Balões com fotos e uma mesa super preparada!

image

image

image

image

image

image

image

image

dez
0

Lolla Cooking + Decor

Receber os amigos e confraternizar é tudo de bom! Nessa época do ano então é melhor ainda!
Eu amo e isso nem é mais novidade! rs
No Post vou mostrar para vocês duas ideias super bacanas de preparativos.
Usei papel, manjericão, cravo e canela para aromatizar o ambiente e itens mega simples que eu tinha em casa mesmo. Tudo junto é que deu um resultado legal.
Comes e bebes de sua preferência ou pode até rolar um encontrinho temático, o que é show também. Eu servi frios, queijos, salgadinhos, castanhas e doces. Preparei trouxinhas de peito de Peru, Mousse de Salaminho com gorgonzola, espetinhos, tabule e quibe cru. Servi algumas delicinhas preferidas dos meus convidados e procurei deixar o ambiente o mais aconchegante possível.
Fica a dica! Lembrando que precisando de uma ajudinha, é só entrar em contato comigo, ok?!
Fim de ano aí, festas e comemorações. Que tal caprichar no carinho e preparar algo diferente para sua família e/ou amigos?

image

image

image

image

image

image

image

image

image

Espero que tenham gostado! Já estou preparando outra ideia, depois eu mostro. rsrs
Beijos

ago
0

Inspiração Vintage

Comemorar é tudo de bom, certo? E a gente sempre se empolga e quer que tudo dê sempre certo. Eu amo festinha, comemorações, reuniões e motivos pra estar junto de quem eu gosto.
Cada um do seu jeito, sempre rola uma decoração aqui outra ali.
Uma tendência que enche meus olhos, é a decoração vintage.
Gosto da nostalgia, o ambiente acolhedor, romântico e familiar que proporciona.
A simplicidade,a beleza e a harmonia das pequenas coisas, torna cada detalhe único e cheio de graça.
São móveis ou objetos rústicos, flores, latinhas, potes de vidro, iluminação, elementos da natureza e muita criatividade. Tudo se harmoniza e é impossível não se sentir “em casa”.
O melhor é que tem muita coisa que a gente pode se arriscar e colocar a mão na massa. Unindo a criatividade, bom gosto e disposição, dá sim pra fazer e criar um ambiente assim naquela nossa comemoração especial.
Super vale a inspiração!







ago
0

Diário da Cissa – Família, Decoração e História

Boa semana blog…
O final de semana foi Mara! Cansativo e feliz!
Na verdade tudo começou na quinta. Fiz uma viagem meio rapidinho com meu marido para tratar de alguns assuntos. Foi ali, no Paraná.rs
Viagem mega cansativa mas que é sempre boa porque a gente encontra família e pessoas que gostamos muito.
A casa é de uma tia muito querida e dessa vez eu não resisti e tirei mil fotos! É que a casa, além de ser aconchegante, é linda e tem muita história. Uma casa com uma decoração que carrega detalhes incríveis de muitos e muitos anos. Cada canto da casa tem uma história. Na verdade as fotos não vão ilustrar jamais tudo que eu ouvi e o que cada coisa representa, mas fica aqui as imagens de um lugar lindo e que conserva tudo há anos.
As salas, com cortinas gigantes que eu amo, piano e objetos de mais de 60 anos.


Essa mesa é um escândalo!

As imagens que iluminam e enfeitam pontos principais da casa.


Os objetos, os copos, a cristaleira e cada detalhe tem uma história. Tudo é cuidadosamente colocado nos lugares. Quadros feitos pela Tia, biscoitinhos em potes antigos, as mini xícaras que parecem de casinha de boneca e presentes que simbolizam a fé…






Olha só! Essa penteadeira é linda e tem uma história e tanto. Tentei, mas essa, a Tia não dá, não empresta nem aluga!rsrs

Na volta, almoço com a sogra do meu coração! Hum…. Tarra bom demais! rs

Não registrei os looks como eu gostaria, mas foi assim.
Para viajar usei montaria com Parka e lenço. Conforto por favor!
Usei jeans, camisa e colar para um dia mais sério. Não amo muito tudo isso, mas vale.
Outro look de viajem. Saia, t shirt podrinha e cachecol.
E foi isso!

BOTSWANA – RENNER – BOTTERO – SKUNK – ANIMALE – CARMIM – TRITON – S&B – IORANE

jul
0

“Vinho, azeite e amigo, o mais antigo.”

Todo mundo que me acompanha sabe que eu adoro vinho! Adoro mesmo! Tipo de querer uma tacinha todo dia… rs
E então, que eu vivo pesquisando e procurando dicas de vinho, sabores, marcas e novidades.
Ontem, num giro pela net em busca de news sobre o assunto, vi essas dicas que eu achei super bacana. De uma forma descontraída, descobri mais sobre esse assunto que eu adoro e é claro, trouxe pra vocês também.
Vem ver!

8 simples sinais que o seu vinho está estragado

Como sabemos, o conteúdo de uma garrafa apenas aberta não necessariamente pode estar como queríamos, ou pior, pode estar estragado. E nunca falta o sommelier da vida que quer te convencer que você está enganado. Então, nestas horas, você sabe como reconhecer os defeitos? Don’t worry, o MondoVinho vem aí com mais um guia prático de sobrevivência, que vai te ajudar nos momentos duvidosos.

1) Alvenaria
Tipo: a cor do seu Malbec 2010 vai de tijolo de barro para quadra de tênis do Roland Garros.
Os tons naturais de cor de um tinto são: vermelho rubi/púrpura/alaranjado/granada. Já as nuances de um branco podem ser amarelo esverdeado/palha/dourado/âmbar. Quando ambos os tipos (tinto e branco) ficam em contato com o oxigênio, perdem parte do brilho e pegam uma cor tendente ao marrom. Isso é normal para vinhos de longa maturação, mas em garrafas e safras recentes é o seu primeiro sinal que o seu vinho está oxidado.

2) Borbulhas
Tipo: o seu Sauvignon Blanc tem uma perlage na taça que nem Champagne.
As leveduras não têm desenvolvido bem as próprias tarefas. Partículas de açúcar andam soltas pela garrafa. Com a chegada do primeiro calor, as leveduras voltam à ação e uma nova fermentação não desejada começou implacavelmente.

3) Au-au!!!
Tipo: no restaurante pede um Barolo e vem com o cheiro do seu cachorrinho molhado.
Mesmo se o seu vinho for um Conterno 1990 não necessariamente os aromas terciários devem ter licença para matar. Se o seu Rex domina na sua taça, isso tem uma explicação plausível: o TCA tem tomado posse de seu vinho. A sigla significa Tricloroanisol, substância química que é a maior responsável pelo cheiro de mofo, melhor conhecido como bouchonée (já passei por isso…)
No caso o sommelier acima citado tentará fazer você mudar de opinião “é o típico aroma de papelão molhado”. Claro: uma garrafa desta tem que ser vendida a qualquer custo!

4) Muuuuu
Tipo: o seu Syrah cheira a band-aid, ou pior, a celeiro.
A levedura Brettanomyces, em pequenas doses pode até ser índice de tipicidade e tem seus apreciadores, mas se você sentir no nariz uma verdadeira transumância de gados, então não está perante de um bom vinho que mostra o próprio terroir, mas na frente de uma bela contaminação de Brett.

5) Salão de beleza
Tipo: o seu Chianti tem cheiro de esmalte para unhas, ou pior, de vinagre.
A evolução natural do vinho é de se tornar (antes ou depois) vinagre. Sinal que as bactérias do ácido acético estão trabalhando causando a chamada de acidez volátil (ou VA). Como pelo Brett, a VA pode ser indicador de boa qualidade, mas em excesso é um defeito. Se o seu vinho estiver deste jeito, use-o como condimento. A sua salada agradece.

6) Cobaia
Tipo: pede um Cabernet Sauvignon e se lembra do laboratório onde a sua parceira bióloga te leva de vez em quando.
Os ingleses o chamam de “mousey”, eu o chamo fedor de rato. Mais uma vez os responsáveis são as bactérias. Mesmo assim, também tem uma delegação de adeptos, mas este “aroma” pra mim é bastante desagradável, o suficiente para me fazer feliz tomando água fresca.

7) Dentro do vulcão
Tipo: pede um Pinot Noir e encontra sob o nariz um repolho cozido.
Defeito causado pela indesejada formação de compostos sulfurosos (enxofre). Outro cheiro comum é de borracha queimada.

8) Não preciso de Tylenol
Tipo: pede um Gewurztraminer e te trazem uma água natural sem gás.
Se não estiver sentindo nenhum aroma não é necessariamente porque esteja gripado. O vinho pode ter sido servido a uma temperatura muito baixa, ou talvez precise de um pouco de oxigenação. Tente esquentar a taça com as palmas das mãos e rode-a novamente. Se nada acontecer é até provável que o vinho tenha um baixo nível de bouchonée, ou seja: o TCA já cancelou os bons aromas do vinho, mas ainda não chegou a desenvolver os cheiros desagradáveis acima citados.
(mondovinho.blogspot.com.br)

E aí que eu fico de cara com a criatividade das pessoas e com a capacidade de criar tanta coisa linda com as rolhas… Vale a pena conferir!


Esse eu amei e já quero! rs

jul
0

Niver Valentina

Ontem esse espaço que eu amo me deixou na mão e eu não pude fazer nada…
Mas hoje deu certo e aqui estamos nós! Oba!
O final de semana foi ótimo e com direito a festa de criança. E quem não ama?
Não me canso de parabenizar a Josi eo Maiko pela linda festa que fizeram para a pequena Valentina. Tudo lindo, perfeito e do jeito que toda criança adora. Com certeza eles escolheram uma equipe de trabalho nota 1000 e saiu tudo perfeito. PARABÉNS!
E eu, não podia deixar de registrar tanta coisa linda, gostosa e maravilhosa.
O tema da festa? O mágico de Oz
Vem ver!

“- Ainda assim – disse o Espantalho -, quero um cérebro em vez de um coração; porque um tolo não saberia o que fazer com um coração se tivesse um.
– Fico com o coração – respondeu o Homem de Lata. – Porque cérebro não faz ninguém feliz, e a felicidade é a melhor coisa do mundo”
























jan
0

A Casa do BBB 13

O ano começou e com ele o Big Brother Brasil 13. E como sempre, a casa mais vigiada do Brasil, como diria o Bial, ganha uma decoração nova. Desta vez, a equipe de cenógrafos do programa investiu em peças multicoloridas, estilo retrô e toques futuristas, ou seja, muita mistura. O toque futurista pode ser percebido logo na sala, que ganhou um sofá curvo, em forma de semicírculo. Neste ambiente predominam os tons pastel, com toques de verde, azul e amarelo. Os espelhos têm formas sinuosas.

A cozinha tem uma inspiração meio anos 60. As paredes e superfícies são decoradas com grafismos e bolinhas bem característicos desta década. O vermelho chama a atenção, com destaque para os armários que levam a assinatura novamente da New Móveis. Integrada à cozinha, a sala de jantar tem uma mesa redonda com cadeiras antigas pintadas de azul e um grande tapete preto.

É possível perceber vários móveis vintage pela casa, como este aparador que ganhou vida nova com a pintura azul. O banheiro é bem sóbrio, nas cores preto e branco. As paredes receberam uma textura em forma de ondas.

O ar futurista também aparece no confessionário, com uma poltrona vermelha gigante que parece uma ameba. Ela ganha ainda mais destaque por causa das paredes do ambiente pintadas de preto. O antigo puxadinho recebeu uma decoração clássica. A inspiração foi uma biblioteca, com papel de parede com arabescos.

O quarto biblioteca também segue esta linha clássica. Este ambiente tem ainda decoração com estampas de mapas nas almofadas e paredes. O outro quarto, chamado Brechó, parece um antiquário, cheio de objetos antigos pelas paredes. É possível ver relógios, molduras, luminárias, gaiolas e muitos outros cacarecos. Alguns destas peças foram modernizadas com pintura colorida.

A parte externa continua tendo a grande piscina, uma hidro e alguns lounges espalhados pelo jardim. As paredes da academia receberam uma pintura meio psicodélica, com cores flúor.

A parte mais interessante, na minha opinião, são as paredes da área externa. Elas foram grafitadas por sete artistas plásticos paulistas, comandados por Rui Amaral, artista responsável por desenhos em outras edições do BBB. Ficou muito alegre e harmônico.

Eu amei!!!

Por Allan feio Arquitetura (allanfeioarquitetura.blogspot.com.br)

nov
0

Caveirice

A caveirice já está tão impregnada na moda que virou estilo consagrado.
Quem ainda não se rendeu a essa ideia? Looks, objetos de decoração, acessórios e uma infinidade de “caveirinhas” andam ilustrando as ruas, casas e ambientes.
Tem gente que ousa bastante e usa e abusa da estampa, até mesmo em tatuagens, o que caracteriza um estilo.
Eu adoro a ideia! Gosto de acessórios e t shirts que carregam a imagem. Amei as imagens que encontrei e serviu até mesmo de inspiração.
E aí, gostou?


nov
0

Curiosidade – Santa Ceia

Parece uma daquelas geniais sandices de Salvador Dalí. Mas é de Andrea Mary Marshall, artista americana que faz coisas incríveis brincando com a busca pela mulher ideal na cultura de consumo.
O faqueiro com 13 peças, cada uma com o bocão de uma diva de Hollywood, é uma delas.
Vai de Shirley Temple a Diana Ross, de Tina Turner a Cher.
Um Barato!
(Revista Lola)

ago
0

Mélange

Tem coisa de encher os olhos e aguçar a curiosidade. E é muita, muita criatividade!
Amei fazer o post. Ele vem com mimos, arte e design.
Um olhar diferente, uma moda pessoal e até uma boas gargalhadas.
Amei!!


Piquenique Chique minha gente, é isso aí!
Na maleta de couro branco em forma de Caixa de Chapéu vêm um balde de gelo, duas flûtes e uma garrafa de Perrier-Jouet Belle Epoque. Ai,ai…

Simples Assim…
Aquela profusão de fios que deixam a sua mesa parecendo um serpentário tem salvação. O lacinho de plástico com folhas verdes na ponta arruma a zona, lindamente. Ideia do designer Tsunho Wang, que já criou maluquices como uma câmera com hélice, para fotografar a pessoas de cima.


O Achamento do Brasil
Em suas incursões pela decoração e interiores, o arquiteto carioca Chico Gouvêa vai fundo no elogio à brasilidade. Flora e fauna tropicais, mapas antigos e paisagens no estilo Debret viram ótimos objetos e acessórios. A sacola é da linha olhar o Brasil para JRJ Tecidos.

Ah, eu quero diferente!
A linha branca que nos perdoe, mas a tendência de customizar eletrodomésticos – o que quase sempre quer dizer tascar uma cor diferente neles – virou mesmo comportamento de consumo. A geladeira Side by Side Retrô é toda cheia das tecnologias, mas parece os saudosos refrigeradores da sua avó.
E, claro, você pode escolher a cor.

La nave va…
A luminária VP Globe foi desenhada, em 1969, por Verner Panton, um dos papas do design dinamarquês. É uma pequena engenhoca, com refletores de metal que irradiam luz dentro de um globo de acrílico. Mesmo apagada, ela é de babar, com um jeito irresistível de nave espacial.

Achou que não faltava inventar mais nada?
Não, não é um elefantinho indiano estinado a ficar com o bumbum posicionado para a porta – que é para o sorte não se escafeder. Exotismo dos exotismos, é uma bolsinha de mão feita de seda pura e com fecho magnético. Integra a coleção de itens especiais do genialmente doidão Marc Jacobs


Revistas Lola